Planejamento financeiro para o terceiro setor: saiba como fazer

Planejamento financeiro é um recurso essencial para a maioria das pessoas e instituições, pois por meio dele é possível organizar as finanças com o objetivo de alcançar alguma meta.

No terceiro setor, ele é ainda mais importante, pois boa parte da renda depende de recursos que não são fixos, como doações por exemplo. Por isso, preparamos este post com todas as informações necessárias para você elaborar um planejamento para sua organização. Leia até o final para saber tudo o que você precisa!

Planejamento financeiro

O que é planejamento financeiro

Planejamento financeiro é uma organização de recursos financeiros. Para iniciá-lo é preciso reconhecer sua situação financeira atual, seja pessoal ou institucional, e ter em mente quais são os objetivos a serem alcançados. Com essas informações em mãos, são elaboradas estratégias para atingir as metas.

Tipos de planejamento financeiro

Apesar do intuito do planejamento financeiro ser sempre a organização de gastos e recursos, dependendo de onde ele é aplicado há diferenças. Por conta disso, existem diferentes tipos de planejamento, confira quais são:

Planejamento pessoal: aqui são considerados apenas os gastos e recursos pessoais. Portanto, basta ter um objetivo em mente, como uma viagem, um carro, etc. e organizar as finanças, para isso você pode anotar o quanto ganha, quais são seus gastos e por fim verificar quanto é possível economizar.

Planejamento familiar: diferente do planejamento pessoal, o planejamento familiar envolve mais gastos e a renda também costuma ser maior. Como organizar os recursos de uma família costuma ser mais complexo, os objetivos podem ser mais simples como apenas manter as contas em dia.

Planejamento empresarial: no âmbito empresarial o planejamento precisa ser feito até mesmo antes de uma empresa ser inaugurada, pois para manter uma instituição funcionando é preciso considerar diversas variáveis. Aqui, o planejamento serve para manter dinheiro em caixa e para fazer investimentos.

Gestão financeira no terceiro setor

Além dos planejamentos citados acima, há também o planejamento para o terceiro setor. Ele tem o objetivo de definir quais serão as estratégias adotadas para o crescimento e desenvolvimento da ONG.

Para elaborá-lo é feito uma análise do passado e planejada quais ações irão trazer mudanças positivas para o futuro. Por exemplo, se o objetivo de uma instituição for aumentar a receita, o foco do planejamento será em atividades que gerem entradas de dinheiro.

Por onde começar um planejamento financeiro?

O primeiro passo para elaborar o planejamento da sua instituição é compreender a origem dos seus recursos, se é de doações, associados, etc. Depois disso, é preciso verificar quais são os gastos e investimentos.

A partir dessas informações, já dá para fazer uma previsão de quais serão os gastos do próximo mês, ou de outro período, como os gastos anuais. Ao visualizar quais serão as despesas, é preciso saber quanto de arrecadações será necessário para cobrir as despesas. Por fim, você pode estabelecer metas para cada período.

Planejamento a longo prazo

Para organizar as metas maiores, é preciso elaborar um plano de longo prazo que busca alcançar períodos de dois a dez anos. Nele, devem ser estabelecidos objetivos maiores de acordo com a missão, visão e valores da organização.

A partir da sua elaboração, é possível estruturar o planejamento de curto prazo. Aqui, são estabelecidos os objetivos e no plano de curto prazo são estruturadas as ações para cumpri-los.

Planejamento a curto prazo

O planejamento de curto prazo corresponde ao período de um ano. Nele, são incorporadas providências mais imediatas. Além disso, também é feito a previsão e acompanhamento dos impactos das ações.

Setor Financeiro

Por que o planejamento financeiro é importante?

Ter um bom planejamento financeiro tem vários benefícios, um dos mais importantes é a facilidade de compreender qual é a situação econômica da instituição e assim evitar possíveis adversidades.

Um bom plano possibilita visualizar quais são os melhores investimentos, quando é possível economizar e quais são os períodos de sazonalidade. Além disso, também facilita a prestação de contas.

*Texto produzido e distribuído pela Link Nacional para os assinantes da solução Conteúdo para Blog.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *