Você sabe o que é Filantropia?

Aposto que você já ouviu falar várias vezes sobre filantropia, mas você sabe do que trata esse termo e como ele pode ser aplicado? Neste post, contaremos tudo o que você precisa saber, acompanhe!

O que é filantropia?

Conforme o dicionário, filantropia significa profundo amor à humanidade e generosidade. Sendo assim, a filantropia representa atos de caridade para com outras pessoas.

O conceito surgiu na Grécia antiga, por meio dos pensamentos de Aristóteles, que enxergava a relação de amizade entre os homens como um vínculo natural. Com o passar do tempo, a ideia se perpetuou pelas sociedades cristãs ocidentais e atualmente representa atos de caridade e generosidade.

Entenda como funciona a filantropia

Como caridade e generosidade são atos que todos podem praticar. A filantropia pode ser aplicada em diferentes setores da sociedade, pessoas, empresas e organizações sem fins lucrativos pode disseminar filantropia a pessoas necessitadas.

Na vida pessoal, a filantropia acontece quando uma pessoa decide ser voluntária de algum projeto social ou ajudar indivíduos em situação de vulnerabilidade social. Empresas também são filantrópicas quando apoiam alguma ONG ou projeto social e, por fim, as organizações sem fins lucrativos são naturalmente filantrópicas visto que prestam serviços de caridade sem obter nenhum lucro.

O que é filantropia empresarial?

Como dito anteriormente, a filantropia empresarial é quando uma empresa decide apoiar uma causa e realiza algumas ações em prol disso. As contribuições podem ser de diversos tipos, desde fornecimento de materiais a disponibilização de uma equipe para realizar um serviço.

Além da possibilidade de ajudar o próximo, praticar filantropia em uma empresa possui diversos benefícios como boa reputação com público, fortalecimento de vínculo com a comunidade, redução de impostos, entre outros.

Filantropia permite a isenção de impostos?

Mais ou menos, não é possível se isentar completamente de impostos, a menos que sua organização seja sem fins lucrativos, ou seja, uma ONG.

No caso de empresas privadas, é possível abater as doações feitas no Imposto de Renda, isso significa que o contribuinte doa e depois tem a quantidade doada subtraída do valor final do tributo.

Marketing filantrópico

Marketing filantrópico

Além do abatimento de impostos, a filantropia também pode ajudar na publicidade da sua instituição, por meio do marketing social ou filantrópico.

Marketing filantrópico é relacionado a causas sociais, ao apoiar uma causa ou uma instituição é possível aumentar o reconhecimento do nome e reputação de uma marca ou empresa entre os seus consumidores.

Segundo Philip Kotler, temos algumas etapas no marketing. No marketing 1.0, a propaganda era focada no produto e em vendas. Na fase 2.0, o foco estava no cliente, as empresas trabalhavam em cima das necessidades dos consumidores. Por fim, na sua última etapa, o marketing 3.0 é centrado em valores, além da venda, o negócio precisa ter um propósito maior como o de transformar o mundo em um lugar melhor.

Sendo assim, aliar a missão de uma empresa a uma causa social, além de ajudar o mundo, também promove a marca atrelando ela a valores sociais.

Filantropia e responsabilidade social

Por último, vamos explicar a diferença entre filantropia e responsabilidade social. Ambos são conceitos parecidos, mas com aplicações diferentes.

Enquanto a filantropia, na prática, pode ser uma doação em dinheiro ou material. A responsabilidade trata-se de um conjunto de ações feitas no intuito de ajudar alguma causa social como meio ambiente, educação, etc.

*Texto produzido e distribuído pela Link Nacional para os assinantes da solução Conteúdo para Blog.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *